segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Aula de Poesia de Manuel Bandeira - "BALÕEZINHOS"

O meu objetivo nas aulas de literatura infantil é abrir uma porta para o mundo da leitura, da imaginação, do mundo mágico dos contos de fadas, mas não para por ai, penso que o mundo real, também tem que ser agradável e divertido para as crianças, e é por isso que busco unir a literatura infantil com brincadeiras relacionadas com as histórias que lemos em nossa sala de literatura. Foi pensando assim que desenvolvi essa aula de poesia. Sabendo que aulas de poesia são sempre desafiadoras, porque dependendo da maneira como são conduzidas, podem fazer o aluno se apaixonar ou não gostar desse gênero literário. Imaginem aulas de poesia para crianças a partir de 4 anos.
O autor escolhido dessa vez foi Manuel Bandeira, BALÕEZINHOS.
Para trabalhar essa poesia com as crianças, tive que decodificá-la, já que a linguagem poética é um tanto quanto abstrata, então escrevi uma história baseada na poesia Balõezinhos. Contei a história de um homem que lembrando sua infância, descreve uma feira de sua época de criança, descreve tanto o aspecto físico da feira, quanto o aspecto sentimental dos adultos e crianças que frequentavam o local. Segundo Luci Mary Melo Leon, a linguagem de Manuel Bandeira é elaborada, às vezes nos parece transparente e ao mesmo tempo misteriosa. Os vocábulos, novos ou antigos, cultos ou populares, carregam múltiplas significações. Por esse motivo é que preferi começar a aula pela história.
Os passos da aula:
  1. Contei a história criada por mim (Profª Andréa) baseada na poesia Balõezinhos.
  2. Li a poesia para as crianças. (Antes pedi que fechassem os olhos e tentassem encontrar a história que eu contei, dentro daquela poesia).
  3. Mostrei duas ilustrações feitas pelo pintor expressionista espanhol Teo Puebla. (ilustrações feitas especialmente para esta poesia).
  4. Atividade da aula: brincar de balão.

Brincar de não deixar o balão cair no chão é uma delicia.

As crianças gostaram muito dessa aula de poesia.

B
A
L
Õ
E
Z
I
N
H
O
S
Balõezinhos
Na feira do arrabaldezinho
Um homem loquaz apregoa balõezinhos de cor:
- "O melhor divertimento para as crianças!"
Em redor dele há um ajuntamento de menininhos pobres,
Fitando com olhos muito redondos os grandes balõezinhos muito redondos.
No entanto a feira burburinha.
Vão chegando as burguesinhas pobres,
E as criadas das burguesinhas ricas,
E mulheres do povo, e as lavadeiras da redondeza.
Nas bancas de peixe,
Nas barraquinhas de cereais,
Junto às cestas de hortaliças
O tostão é regateado com acrimônia.
Os meninos pobres não vêem as ervilhas tenras,
Os tomatinhos vermelhos,
Nem as frutas,
Nem nada.
Sente-se bem que para eles ali na feira os balõezinhos de cor são a única mercadoria útil e verdadeiramente indispensável.
O vendedor infatigável apregoa:
- "O melhor divertimento para as crianças!"
E em torno do homem loquaz os menininhos pobres fazem um
círculo inamovível de desejo e espanto.
Manuel Bandeira

13 comentários:

helio disse...

Que lindo andréia! que blog espetacularrrrr! adorei! o lúdico e a literatura são instrumentos importantes na construção do conhecimento da criança! adorei mesmo, o ano que vem tem prêmio Victor Civita, se inscreve mulher! Continueeeee e divulgue para outros professores!

amon-rã disse...

falando em poesia....
fiquei lendo a história, e foi me vindo a memória, coizas da minha infância, todas sem dar alternancia,aos sonhos de uma criança,que de longe não alcança, as malvadezas da vida,e a imagem querida, do seu sonho volta a mente, ai repara contente, que o tempo já passou,e adulto se tranformou, a observar seus frutos,eles todos já adultos,cultivando muitos sonhos,tornado este mundo enfadonho, em esperança de vida,levando a imagem sofrida, para o mundo da fantazia, e mostrando que o dia a dia tambem pode ser feliz,ai me farto de orgulho, e vejo que o entulho, pra quem sonha é proibido,ai vejo os balôenzinhos,eles e os anjinhos,a flutuar na esperança,pois ai só quem alcança,é quem sabe o valor,e distribui muito amor,como um sonho de criança.

voçê e teus irmaõs seu meu maior orgulho,mas voçe enche meu coração de balõezinhos.

JAMES PIZARRO disse...

Obrigado pela generosidade das tuas palavras no depoimento que escreveste. Sou muito grato.É uma honra ter uma leitora do teu quilate intelectual.
Beijão.

James Pizarro

kathleen disse...

Ola Andreia.. sou aluna do 3º ano do magisterio de guarapuava-PR..
achei encantador seu modo d trabalhar com as crianças..
parabens

Cantinho Alternativo e Lúdico disse...

Que delícia de aula, gostei da sugestão.
Beijos
Greice

Wilma Leoncio Yazawa disse...

Olá Andréia
Obrigada pela visita e também fico feliz em conhecê-la.
Já vi que temos algo em comum, pois adoro trabalhar com poesias, pois as crianças se divertem e aprendem muito.
Parabéns pelo seu trabalho!
Espero que possamos trocar muitas idéias pelo msn, pois você é daquelas pessoas especiais.
Que Deus te abençõe sempre e que essa chama sempre esteja acesa.
beijos

cida disse...

Háaaaaa te achei minha amiga, que maravilhaaaaaaaaaaaaaaaa, lembra de mim ilha o meu blog

cida disse...

Háaaaaa te achei minha amiga, que maravilhaaaaaaaaaaaaaaaa, lembra de mim ilha o meu blog

Zélia disse...

Oi Andréia passei para uma visita e amei como sempre as suas postagens, suas aulas são dinâmicas e divertidas, dá vontade de estar lá também. Parabéns e que Deus abençõe mais ainda você com todo esse amor que vc deixa transparecer nas suas aulas, beijos e um Ano Novo cheio de saúde e amor.Zélia.

Paloma disse...

Achei muito criativa a sua aula de poesia. Os alunos devem ter gostado muito, afinal, brincar com balões é realmente uma delícia =) Parabéns pela ideia!!!

UNIVERSO INFANTIL disse...

Amei seu blog, quanta coisa maravilhosa vc faz! Parabéns pelas belas ideias!! Voltarei para ver as novidades e espero sua visita no meu cantinho!!! bjs!

Anônimo disse...

Olá, amei um site. Em relação no poema: Balõezinhos eu gostaria de saber o que ele quer nos transmitir. Acho que é a pobreza que tem crianças que num tem nem um brinquedo e tals, mais queria uma coisa mais complexa, esclarecida e maior. Ficarei grata.

Nilza disse...

Adorei a sua atividade com essa poesia. Muito criativa. Gosto muito de trabalhar poesias na alfabetização.Tenho certeza que aproveitarei essa ideia. Parabéns! Nilza. R.J